11/05/11

"O OLHO COSMOLÓGICO" ( e outros textos) de Henry Miller


"A esperança é uma coisa má. Significa que se não é o que se deseja ser":10


"O mundo é aquilo que fazemos dele todos os dias, ou o que não somos capazes de fazer":65


"Um poema  é uma teia que o poeta desfia, do seu próprio corpo, segundo um cálculo logarítmico da sua invenção.":137


"O mundo não deseja mais poemas. O mundo deseja pão com manteiga" :138


"A fraternidade do homem é uma desilusão permanente, comum aos idealistas de todas as épocas" :147


"Não existe esquema exequível para uma libertação universal" : 148


"A morte aguarda-nos amanhã, talvez nos próximos cinco minutos. Avaliemo-nos. Podemos tomar os últimos cinco minutos dignos, agradáveis, mesmo alegres, se quisermos, ou dissipá-los, como temos dissipado as horas e os dias, os meses, os anos e os séculos. Nenhum deus  nos virá salvar." : 151


"O pior pecado que pode ser cometido contra o artista é encará-lo literalmente, ver na sua obra uma realização em vez de um horizonte" :162




("O OLHO COSMOLÓGICO" de Henry Miller (ed. Estampa, 2ª edição))

Sem comentários: