14/09/11

"A alma humana, essa coisa complicada que ninguém definia, essa aragem sem direção, aprisionada na vasilha do corpo."  :301, Lídia Jorge in O vento assobiando nas gruas

1 comentário:

pároco disse...

A alma humana, essa coisa afinal nem por isso tão complicada.. Apenas quando se esforça por isso. E porque se define - sempre que solta um gemido, um suspiro, um protesto, ou deixa cair uma lágrima ou esboça um sorriso - trai, apesar de si, a aragem ligeira, mas persistente, que insiste, teimosa, em se libertar da tal prisão que no corpo imita forma.