25/08/11

De Profundis

Excertos da carta que Oscar Wilde escreveu na prisão. Libertado em 1897, morre 3 anos depois, com apenas 46 anos.


"ser inteiramente livre e, ao mesmo tempo, inteiramente dominado pela lei, é o eterno paradoxo da vida humana, de que nos apercebemos a cada momento.": 35
" Tratei a arte como a realidade suprema, e a vida como um mero modo de ficção;": 65
"Sou daquelas pessoas que são feitas para excepções, não para regras.": 67
"A religião não me ajuda. A fé que os outros concedem àquilo que não se vê, concedo eu àquilo que posso tocar, e que posso ver."
"Só é espiritual aquilo que produz a sua própria forma." :68
"Quando entramos em contacto com a alma, isso torna-nos simples como crianças (...)":83
"(...) uma ideia não tem valor enquanto não se tornar encarnada e não for uma imagem.": 85

"De profundis", Oscar Wilde, ed. Estampa

Sem comentários: