04/12/09

"(...)
Já disse: sou lúcido.
Nada de estéticas com coração: sou lúcido.
Merda! Sou lúcido."

(Álvaro de Campos)

Sem comentários: