02/04/09

NEVOEIRO CEREBRAL

"(...) estou num destes dias de nevoeiro cerebral, em que nunca encontro a expressão justa e precisa (...) "

(em Carta de Eça de Queiróz a Ramalho Ortigão, em 1879)


"(...) não importa. Tem aqui e além uma página viva -e é uma espécie de exercício, de prática, para eu depois fazer melhor. (...)"

(em Carta de Eça de Queiróz a Ramalho Ortigão, em 1882, escrevendo a propósito d'Os Maias)

Sem comentários: