10/02/09

Jardim António Borges, 2007

“Confio mais na desordem e no sonho”
(Tahar Ben Jelloun em“O homem quebrado”)

2 comentários:

Anónimo disse...

E eu confio mais no meu gato

mjc disse...

Querida L., não te fies no teu gato a não ser que ele já esteja embalçamado.